EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Em seu livro, Depois da Morte, Leon Denis, eminente autor espírita, registrou o seguinte pensamento:”O homem bom faz o bem pelo bem, sem procurar nem aprovação nem recompensa. Ignorando o ódio, a vingança, esquece as ofensas e perdoa seus inimigos. É benevolente com todos, protetor dos humildes. Em cada homem vê um irmão, não importa qual seja seu país, qual seja sua fé.” Por estas palavras podemos verificar o quanto a Doutrina Espírita proporciona a todos quantos se interessam pelo seu estudo uma visão bem mais próxima dos ensinos do Cristianismo em sua mais pura expressão. Tivessem os ensinos morais de Cristo sido bem compreendidos e praticados ao longo dos séculos e, certamente, hoje, viveríamos em um mundo onde a virtude venceria o mal, a justiça e o bem triunfariam sobre o erro, o preconceito de toda espécie já não estaria a separar os homens. Infelizmente estes ensinos foram sendo deturpados ao longo dos tempos, o que serviu a escusos interesses. Todavia, como a verdade sempre sobrevive, coube a Doutrina Espírita reviver a autenticidade da moral transmitida por Jesus.
Segue Leon Denis, no capítulo sobre o Dever, afirmando ainda: “O homem bom é cheio de tolerância, respeita as crenças sinceras, desculpa os defeitos dos outros, ressalta-lhes as qualidades e nunca maldiz. Usa com moderação os bens que a vida lhe concede, consagra-os ao melhoramento social; na pobreza, não inveja e não sente ciúmes de ninguém.”
Portanto, o “ser bom” exige de nós muito além do que pode parecer. Exige, acima de tudo a compreensão de que estamos no mundo para servir uns aos outros e é isso que nos engrandece verdadeiramente, não tanto o desejo constante de ser servido e beneficiado. Saibamos seguir a orientação do Mestre Jesus quando dizia que aquele que desejar ser o maior entre vós seja vosso servidor e assim conquistaremos todos a tão esperada felicidade.

Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense

Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 30-Janeiro-2011 – JORNAL DIÁRIO POPULAR

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes