EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
Todos selecionamos os alimentos antes de ingeri-los.boca
Para tanto, a escolha obedece critérios como higiene, sabor e valor nutritivo dos mesmos. Sabemos que isto é benéfico.
Entretanto, raramente recebemos orientações neste sentido quando se trata dos elementos que alimentam nossos espíritos. O primeiro concerne a nutrição, o segundo a educação .O assunto parece vago ou sem importância?
Faça então, uma rápida análise das causas e consequências que afetam os bons e os maus comportamentos. Observe como tudo tem uma atmosfera própria, seja para o bem quanto para o mal. Um desejo, que se transformará em palavras e atos, é primeiramente, alimentado por idéias e situações que o nutrem até o momento em que estará suficientemente forte para se exteriorizar. Todos somos criaturas falíveis, carregando cargas mais ou menos extensas de inclinações positivas ou não. Diante desses flancos morais debilitados, Jesus recomendou: orai e vigiai. Ninguém é obrigado a entreter conversas improdutivas ou entregar-se a diversão por pretensa modernidade ou espírito de grupo. Aprenda a determinar a adequação de cada coisa pelas consequências que trazem. Note que quando somos viciosos, andamos constantemente insatisfeitos. Seja inteligente na criação do ambiente íntimo em que vive. Não fuja do mal, apenas não se deixe contaminar por ele. Transforme-o em bem, na medida de suas possibilidades e siga em frente. Lembre-se que a saúde do seu corpo, tanto quanto do seu espírito, principiam pelo teor daquilo que você consome.
Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense.
Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 05 de Agosto de 2012 – JORNAL DIÁRIO POPULAR.

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes