EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
jesus_6Nenhuma doutrina há tão bela quanto à de Jesus, pelo simples fato de se fundamentar no amor ao próximo e no perdão ilimitado.
Todavia, a aceitação de tão elevados princípios não foi pacífica pelos contemporâneos do Mestre.
A historia evangélica registra as duvidas e as vacilações até mesmo daqueles que conviviam com Ele.
Excetuando os apóstolos, pessoas especiais que o seguiram a simples convocação, os demais acorriam a Ele em consequência das noticias a respeito de Suas realizações.
Jesus não difundiu seus ensinamentos unicamente à base da retórica, mas efetuando prodígios de toda ordem: curando instantaneamente, andando sobre as águas, multiplicando pães e influenciando a natureza, fazendo com que seus seguidores comentassem, entre o temor e a admiração: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”
Podemos dizer que as pessoas acreditavam porque viam.
Era natural as dúvidas naqueles que entravam em contato com Jesus pela primeira vez. Diferente foi o caso de Tomé, que acompanhou Jesus desde o principio.
Diante das noticias chocantes do suicídio de fanáticos religiosos, a dúvida hoje apresenta-se mais como um beneficio do que um entrave à religião. Allan Kardec admitiu melhor rejeitar nove verdades a aceitar uma única mentira.
Assim, se a dúvida acicata teu espírito, usa a inteligência e o bom senso para discernir. Lembra-te que nenhuma revelação sobrepõe-se à autoridade dos fatos.
Emoção sem direção pode levar ao desastre.
Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense.
Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 17 de Junho de 2012 – JORNAL DIÁRIO POPULAR.

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes

Carrinho Item Excluird. Desfazer
  • Nenhum produto no carrinho.