EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
ser_caridosoDe acordo Cenyra Pinto, escritora espírita, com amor no coração, venceremos todos os obstáculos que a vida nos possa oferecer.
Com amor, rompemos as barreiras e conquistamos o inimigo, por mais encarniçado que ele seja.
Amor é luz.
A “luz que conquista as trevas”.
As trevas simbolizam a ignorância.
Aquele que leva amor no seu coração não se deixa abater pelas intempéries da vida, porque “tem olhos de ver e ouvidos de ouvir”.
Não perdoa, porque não vê motivo para perdoar. Não sente a ofensa nem a malquerença, nem injustiça, nem perseguição. Compreende o porquê da vida e vê cada criatura como aprendiz nessa imensa oficina que é a Terra, e percebendo que as ferramentas usadas por seus companheiros de trabalho nem sempre são usadas devidamente, por falta de perícia, vindo às vezes a ferir os menos avisados, ensina-lhes, discretamente, como manejá-las, ainda que se tivesse ferido pela mão de um inábil.
Não é o homem que devemos perseguir ou odiar quando nos fere, mas o erro, a falha que o homem carrega consigo.
Essas falhas, esses erros, são, justamente, a incompetência, ainda, a ignorância no manejo das suas ferramentas de trabalho.
As ferramentas de trabalho são os instintos que, ainda não disciplinados, agem às vezes ao contrário da sua verdadeira finalidade.
O ódio é o avesso do Amor. É o próprio Amor usado pela ignorância.
Uma vez se conheça a sua real finalidade e se entenda o que ele busca, o caminho de Luz que ele nos prepara, passaremos a usá-lo devidamente e levaremos, atrás de nós, um cortejo de bênçãos pelo bom emprego que faremos das nossas Ferramentas de Trabalho.
Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense.
Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 03 de Junho de 2012 – JORNAL DIÁRIO POPULAR.

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes