EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

 

Após o sucesso em 2010 dos filmes Chico Xavier, do diretor Daniel Filho, com público recorde na estréia, levou cerca de 3,5 milhões de pessoas às salas de cinema, e Nosso Lar, com 4 milhões de espectadores, o cinema transcendental programa mais um longa metragem abordando a história de vida do médium mineiro. Estréia no dia 1º de abril nos cinemas de todo o país o filme As Mães de Chico Xavier, dos diretores Glauber Filho e Halder Gomes, uma produção da Estação Luz Filmes, com distribuição da Paris Filmes e apoio promocional da Globo Filmes e Telecine.

O Filme traz em seu elenco nomes como Nelson Xavier, Caio Blat, Vanessa Gerbelli, Herson Capri, Via Negromonte e Tainá Muller, entre outros.
As Mães de Chico Xavier é baseado em fatos reais e conta a história de três mães, vivendo momentos distintos de suas vidas e que vêem sua realidade se transformar repentinamente: Ruth (Via Negromonte), cujo filho jovem enfrenta problemas com drogas; Elisa (Vanessa Gerbelli), que tenta superar com o marido a perda do filho, o pequeno Theo (Gabriel Pontes); e Lara (Tainá Muller), uma professora que enfrenta o dilema de uma gravidez não planejada. Suas histórias se cruzam quando elas recebem conforto e reencontram a esperança de vida através do contato mantido com Chico Xavier. 
Na produção, Nelson Xavier revive o papel de Chico Xavier. Herson Capri interpreta Mário, marido de Ruth. Caio Blat vive um jornalista que quer investigar o médium. Neuza Borges é a cuidadosa governanta que convive com o casal Elisa e Guilherme (Joelson Medeiros). 
As Mães foi filmado em película 35mm nos meses de abril e maio de 2010, com locações nas cidades de Guaramiranga, Pacatuba, e também em Fortaleza, no Ceará, tendo as filmagens sido concluídas em Pedro Leopoldo (MG), terra natal de Chico Xavier. O filme é inspirado no livro Por Trás do Véu de Isis, do jornalista e escritor Marcel Souto Maior, com roteiro original de Glauber Filho e Emmanuel Nogueira, Luis Eduardo Girão como Produtor e produção executiva de Sidney Girão e Leonardo Leal. A Estação Luz filmes é responsável pela produção de Bezerra de Menezes – O Diário de Um Espírito, de 2008, esse alavancou o gênero transcendental no Brasil e co-produtora dos longas Chico Xavier, Área Q e Filme dos Espíritos.
A Película conta com apoio do BIC Banco, Servis Segurança, Ype, BBTVM, Coelce, Sabesp, Capemisa  e BNB, Panavision, UltraLimpo, Ultra Ambiental, Movida, Agencia da Boa Noticia, Unifor, Prefeitura de Pacatuba, Bio Agre, VIACG, DistriVideo, Usina 2. Incentivado por: Secretaria de Cultura / Governo do Estado do Ceará e Ancine / Governo Federal. Co-produzido: Associação Estação da Luz, LightHouse, Atc Entretenimento e tem como Produtores Associados: Gerson Sanginitto, Ric Halpern e Fabio Ribeiro.
Pré-estréias 
Antes de sua estréia comercial, As Mães de Chico Xavier percorreu um histórico calendário de 20  avant-premiéres, sendo 18 capitais brasileiras e mais Uberaba e Pedro Leopoldo. Em paralelo, o filme participou de um Festival e uma Mostra. No dia 24 de março, o Longa abriu o I Festival de Cinema Transcendental, em Brasília (DF). Esteve lotado o auditório do Teatro Nacional e a FEB foi representada pelo seu diretor Antonio César Perri de Carvalho. Já no dia 31 de março, véspera da estréia em circuito nacional, o Filme Encerrou a Mostra de Cinema Transcendental, em Fortaleza.

Fonte: Federação Espírita Brasileira – www.febnet.org.obr

“A Doutrina Espírita que será o futuro das religiões ganha um aliado vigoroso para o combate ao materialismo, a tecnologia e a força da comunicação representada pela sétima arte”                            
Maria Elisabeth Barbieri – Presidente da Fergs

Publicado na Coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 03 de Abril 2011 – JORNAL DIÁRIO DA MANHÃ

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes