EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishEsperantoFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

…Vós, meus irmãos, vos reencarnastes com a tarefa definida de pontificar na Seara Espírita; não estais no trabalho da Doutrina Consoladora por acaso, não vos investis das responsabilidades por uma circunstancia fortuita. Não tendes sobre vós a “túnica nupcial” senão porque estais invitados à boda; tende tento e cuidai, porque este é o momento de graves responsabilidades.
 Respira-se na Terra uma pisicosfera deletéria, resultado natural do grande mofo que invade os vários departamentos do Planeta; tempos chegados, anunciava o Senhor, o agora se manifestam esses tempos através dos fenômenos de desequilíbrio e de aflições que nos chamam a acuradas reflexões.  
 O Codificador da Doutrina Espírita, lúcido e claro, escreveu, sob a inspiração do Espírito Verdade, que o maior perigo que poderia rachar a estrutura doutrinaria em nosso Movimento seria o da dissensão.
 Jesus, através de Ismael, conseguiu unificar a família espírita brasileira nos seus quadrantes e a vós vos cabe a tarefa honrosa de preservar este patrimônio de luz de que dareis conta quando soar o momento do despertar na pátria alem das formas transitórias.
 Alegrai-vos por viverdes estes dias, senti-vos felizes por serdes chamados aos testemunhos superiores da vida, porque cristão sem testemunho e espírita sem caridade são adornos da igreja da fé sem luminosidade e sem razão.
Vossos amigos espirituais aqui estão para bendizer, para louvar, para pedir e agradecer a Deus este momento de alegria inefáveis e de muita paz. 
Que o Senhor vos abençoe, meus filhos, são os votos do servidor humílimo e paternal de sempre.

Mensagem transmitida pelo médium Divaldo Pereira Franco, em 07.11.86, no encerramento das atividades do Conselho Federativo Nacional, na sua sede, em Brasília – DF

Loja de Livros

Procure um Livro

Publicações Recentes